segunda-feira, setembro 03, 2007

Entret. e cultura a 03/09 - Livros

Viking - Irmãos de Sangue de Tim Severin

Londres, 1019: ainda mal algumas semanas decorreram sobre a sua fuga da Irlanda, já Thorgils está envolvido num caso amoroso com a mulher de Knut, o rei de Inglaterra e um dos homens mais poderosos de todo o império Viking. Quando Thorgils tem de novo de fugir, encontra Grettir, um fora da lei, temido por todos. Os dois tornam-se companheiros de viagem e irmãos de sangue – o que os une para a vida e para a morte.

Segunda parte da séria começada por Tim severin, para os amantes de sagas nórdicas, o livro continua com as aventuras de Thorgils (iniciado em "O Herdeiro de Odin") e nota-se a influência sentida pelo autor pelo gosto em viajar já que o mesmo é um viajante para além de escritor e nota-se bem esse facto na própria escrita, sendo que os livros são vistos quase em tom de documentário com um ritmo acelerado.

Os Senhores do Norte de Bernard Cornwell

Uthred é um herói sem terra. Guia-o a lealdade, a força da sua espada e os ensinamentos de honra que Ragnar, o viquingue que o adoptou em criança, lhe ensinou. Mas ele é um saxão de origem. Acaba por lutar junto ao rei Alfredo defendendo Wessex das incursões dinamarquesas. Assim que sabe do rapto da sua meia-irmã não hesita contudo em regressar a terras do norte. Ali encontrará a guerra, o caos, a traição, sendo mesmo vendido como escravo por um dos seus amigos. Nesta dura viagem de sangue e sobrevivência, encontrará também o amor e percebe que mesmo sem terra certa, de raízes saxãs, mas alma viquingue, jamais pousará a espada. Nunca deixará de lutar pelos que ama.

Terceiro livro da saga iniciada com "O Último Reino", é mais um romance histórico escrito de forma irrepreensível por este autor mais que consagrado e para os amantes deste tipo de romance é mais um livro que não se pode perder.
A bruxa do Oz de Gregory Maguire


Quando Dorothy triunfou sobre a Bruxa Má do Oeste no clássico O Feiticeiro de Oz, de L. Frank Baum, apenas conhecemos a sua versão da história. Mas, afinal, quem era esta misteriosa Bruxa? De onde veio? Como se tornou tão malvada? E qual é, então, a natureza do mal?A Bruxa de Oz conta a história de Elphaba, uma menina de pele verde, insegura, rejeitada tanto pela mãe como pelo pai, um pastor reaccionário. Na escola ela também é desprezada pela sua colega de quarto Glinda, a Fada Boa do Norte, que só quer saber de coisas fúteis: dinheiro, roupas, jóias. Neste contexto ela descobre que vive num regime opressor, corrupto e responsável pela ruína económica do povo. Elphaba decide, então, lutar contra este poder totalitário, tornando-se na Bruxa Má do Oeste, uma criatura inteligente, susceptível e incompreendida que desafia todas as noções preconcebidas sobre a natureza do bem e do mal.
Uma alegre supresa, este livro incorporado nos livros do fantástico e tal como o "Jonathan strange e Mr. Norrel"(igualmente da Casa da Letras), não é um livro infantil nem juvenil, mas um livro complectamente adulto e de digestão lenta mas gratificante e enriquecedora. Uma fantasia com muitos contornos politico e sociais. Mais um livro recomendado.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home