sábado, março 01, 2008

Viagem a 22-24/02- Serra da Estrela

Mais uma ficha e mais uma viagem, e sabe tão bem! Serve para recarregar baterias, abrir os horizontes a novas descobertas, divertir, etc.

Tal como no ano passado e como tem sido hábito todos os anos, um pequeno salto de 3 dias à serra da Estrela.

Desta vez, não apenas para aproveitar a diversão da neve mas para aproveitar o que da região tem para mostrar.






















O primeiro dia basicamente foi a chegada á serra (Seia) tendo-se aproveitado o excelente tempo meteorológico que estava e o restante dia foi de diversão na zona da Torre (já que era a única zona ainda com neve)

O frio não era muito mas o vento que soprava cada vez mais forte cortava como lâminas







A paisagem é sempre deslumbrante e única e merece uns minutos de contemplamento, coisa que se esquece com muita frequência em prol da pura diversão.

O fim do dia foi para conhecer um museu que muito ouvi falar como modelo a seguir e assim foi - uma visita ao Museu do Pão






Não me alargando muito, o museu compreende entre várias exposições, uma exposição orientada para as crianças com guia para as mesmas em que incorpora actividades relativo ao tema central - pão. Contém igualmente um bar/biblioteca, uma mercearia e um restaurante (o qual falaremos mais para a frente). Tudo incorporado numa zona de serra bastante bela. Impressionou verdadeiramente.





A foto acima e esta mostram uma das salas de apresentação do ciclo do pão













O pão escrito nas mais variadas línguas (tudo feito em pão)












Uma das salas compreendia apresentação dos vários tipos de pão consoante a região do país

O primeiro dia finalizou com o terminar da visita









O segundo dia, iniciou-se com uma visita a uma pequena aldeia perto de Seia chamada Valesim, que pela informação que tinha continha uma espécie de moinhos de água, raros em Portugal. Não encontramos muitos e estão bastante degradados por sinal.

Seguimos de imediato para a serra vizinha - Açor para ver uma das 10 zonas mais belas de Portugal - A Fraga da Pena (perto de Benfeita). Paisagisticamente é verdadeiramente um pequeno paraíso no País





















Seguimos novamente para a direcção de Seia mas desta vez continuando a Norte até outra aldeia histórica da zona da serra da Estrela - Linhares. A aldeia é um autentico museu e por sinal muito bem cuidada.


























































O tempo piorou o que tornou a ida á aldeia mais curto que o desejado e rumámos mais uma vez ao cimo da serra da Estrela através de Gouveia e vimos uma formação geológica perceptivelmente intitulada de "Cabeça do Velho"

Tentou-se um passeio na Serra mas o tempo piorava e pouca visibilidade se tinha, rumamos de volta a Seia












Não houve como resistir, fomos experimentar o restaurante do museu e mais uma deliciosa experiência. Pães variados (obviamente), queijos, enchidos.... bem para mais visitem o site oficial. Um ponto positivo para o profissionalismo e simpatia dos empregados.

Uma boa finalização para o dia e saltamos para o último dia da viagem. Este já um perfeito dia de Inverno... o tempo piorava e a subida novamente á serra revelou-se desaproveitada com visibilidade extremamente baixa e constante chuva a altitudes mais baixas.

Aproveitou-se para rumar ao porto de abrigo de casa e finalizar (com pesar) mais uma pequena viagem.

Mais virão é certo.




Uma última foto da ponte do sabugueiro, a aldeia mais alta de Portugal.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home